Related Posts with Thumbnails
RSS

sábado, 8 de maio de 2010

Desafio Literário (Maio), Marian Keyes - Melancia.

Marian Keyes - Melancia.

Editora: Bertrand Brasil

Ano: 2006
Páginas: 489

Claire acaba de dar a luz ao seu primeiro filho quando seu marido, ainda na maternidade, anuncia que irá separar-se, pois mantém um caso com a vizinha casada há mais de seis meses. Ela volta a morar com a excêntrica família: duas irmãs, uma delas obcecada pelo oculto, a outra demolidora de corações, uma mãe viciada em telenovelas e com fobia de cozinha, e um pai à beira de um ataque de nervos.

Comentários:

Já há algum tempo tenho vontade de ler esse livro, ou qualquer um da Marian Keyes, afinal sempre leio boas resenhas e críticas a seu respeito... mas os livros dela são caros, não é?! Então, em uma das minhas visitas ao sebo, encontrei um exemplar bem conservado e com um preço bem mais camarada. Nem tive dúvidas, trouxe e o coloquei como livro de maio do Desafio Literário. Apesar de algumas coisas, gostei!

Se você deixa de ter alguém ou alguma coisa, sente sua perda e, depois, passado algum tempo, preenche o buraco que ficou em sua vida, a ausência, aos poucos, fica cada vez menor e, afinal, desaparece. Há um sentido na dor. Há um motivo e uma direção para ela. (...) E eu sentia a dor não porque algo acontecera comigo, mas porque deixara de acontecer. Por que algo que acontecia entre duas outras pessoas e não me envolvia absolutamente me feria tanto?

Vamos aos detalhes da história:

Claire está super feliz, afinal ama seu marido, e acaba de receber em seus braços sua primeira filha. Só que, nesse momento, ainda no quarto do hospital, seu marido diz que irá deixá-la e ficar com uma vizinha, com a qual já mantinha um caso de seis meses.
Agora Claire se vê com uma recém nascida, com o corpo ainda redondo, como uma melancia, de volta a casa dos pais, onde poderá curar suas dores ou afogá-las na bebida... até que ela resolve dar a volta por cima, recebendo a ajuda de um bonitão, Adam.

Esclarecendo alguns pontos:

* Marian Keyes tem um jeito divertido e leve de escrever, por isso é uma das autoras mais badaladas do gênero chick-lit. Melancia não é um livro com mistério ou ação... trata-se de um tema simples, mas com o qual todos se deparam em algum momento, a perda da pessoa com a qual esperávamos passar o resto da vida;

* Claire é a narradora da história, portanto podem esperar por altos e baixos durante a leitura. Momentos de extrema tristeza, depressão, raiva, vontade de sair do fundo do poço, reencontro com a auto estima, descoberta de novas pessoas, etc. Enfim, o diálogo interno, os pensamentos, os delírios de uma personagem que passa por uma mudança brusca em sua realidade;

* A família de Claire é ótima. A mãe é super viciada em novelas e usa os exemplos das personagens para aconselhar as filhas, o que gera momentos hilários. Anna, a jovem meio hippie, largada, irresponsável, mas carinhosa e fofa. A Helen, querendo toda a atenção dos rapazes e esnobando-os, mimada, autoritária, que mesmo difícil, conquista nossa simpatia em alguns momentos;

* Falando da família de Claire, esse livro faz parte da série Irmãs Walsh:

  • Melancia (Claire);
  • Férias (Rachel);
  • Los Angeles (Margaret);
  • Tem Alguém Aí? (Anna);
  • Ainda não publicado (Helen).

* Por que sempre que a relação acaba pela decisão da outra parte envolvida costumamos pensar nos momentos felizes, esquecendo as partes ruins e as mágoas? É quase como se quiséssemos mesmo sofrer, prolongar a dor... É o que acontece com a Claire. Ela vai nos mostrando um James quase perfeito, um príncipe que está sempre a salvando de suas tolices... isso faz com que, por um momento, acreditemos na versão dele do abandono e justifica as dúvidas dela;

* Em vários momentos fiquei um tanto revoltada com a simplicidade com que ela narrava sobre o ato de consumir e traficar drogas e evitar amamentar a filha para que seus seios voltassem à forma anterior... achei um tanto insensível e fútil da parte dela;

* Adorei o Adam... uma personagem masculina bem montada, com alguns segredos e extremamente delicado, carismático e ma-ra-vi-lho-so. Os momentos em que ele aparece são os melhores do livro, óbvio! Hehehe.

* Enfim, é um ótimo livro para quem é fã de chick-lits ou para quem está interessado em uma leitura leve, rápida e divertida, relevando algumas partes irritantes ou depressivas demais.

~> Gostou? Você pode
encontrar aqui!

É isso!
Até o próximo desafio!

13 corações despertados:

Diana Bitten disse...

Olá Srta!

Olha, pelas resenhas suas que já li, levo fé no seu julgamento, mas esse mês eu tb estou lendo Marian Keyes e sinceramente não estou achando ela NADA do que eu esperava.

Melancia deve ser melhor do que o meu... porém só de ler a parte do tráfico, consumo de drogas, a parte do seio e de um marido que abandona uma recém-mãe, já me revolta e eu sinto que não iria gostar mesmo.

De repente, para não ser tão intransigente, eu poderia gostar da família dela.

Um abraço!

Cláudia Charão disse...

Oi!
Verdade são muito caros os livros dela, eu não tenho nenhum (mas já li Melancia também), mas sempre que vejo eles juntos na livraria, acho tão bonitos ... as cores tudo.

Quando li também gostei muito da família da Claire, os pais são engraçados. O Adam é demais mesmo.

Sobre o Desafio, acho que escolhi mal, o meu chick´-lit é muito depressivo.

Boa semana!!

Karlinha disse...

Poxa guria amei tua resenha, sabe eu estou com essse livro aqui em casa e tal..eu sempre começo ler a numca termino um saco!
Mas...eu amo a Marian.. muito fofa, escreve mega bem.
Você sabia que tem o filme Melancia?!!!!

Pois é!
Bjos

Srta. Camilla disse...

Oi, Karlinha!

Obrigada pela visita! Não sabia do filme Melancia... qndo será lançado aqui????

Beijo!

Talita disse...

a Marian não decepciona, adorei a resenha.

beijos

Débora Lauton disse...

Eu tenho que ser sincera... não gostei desse livro...
O primeiro que li da autora foi Férias (fora de ordem), e amei... daí juntei meu rico dinheirinho e comprei Melância e Sushi (paguei os olhos da cara) e me decepcionei, achei algumas passagens tão parecidas... e acabei desgostando... até troquei os livros.
De lá pra cá, nunca mais li nada da autora... acho que vou dar uma nova chance...

beijos,
Dé...

Marilia Barros disse...

Estou lendo Melancia para o desafio desse mês e concordo com muitas das suas opiniões, apesar de estar ainda no começo do livro.
E realmente, os livros dela são muito caros. Uma pena, porque são tão bonitos... Eu acabei baixando Melancia, não comprando. Mas isso torna a leitura cansativa, porque o livro é meio comprido

Lia disse...

Acho ótimo esse livro...tb li um da Marian Keyes este mês (Tem alguém aí?), sou meio suspeita para dar uma opinião, pois adoro a família Walsh.

Cíntia Mara disse...

Ainda não li nada da Marian. Já pensei em comprar a versão pocket de Melancia, mas não sei se quero começar por ele, rs.

Bjos

Vivi disse...

Hmmm, tenho o livro aqui. Minha irmã o comprou, porém ainda não me apeteceu lê-lo. Quando o ler, me lembrarei de suas colocações.

Beijocas

Kézia Lôbo disse...

Tava em promoção na Avon, mas não comprei, optei por outro livro XD...
Entaum a tua resenha ta bem explicativa e boa, mas ainda sim to meio na duvida para ler esse livro, apesar de terem me recomendado bem XD

Laura Schwartz disse...

Li Melancia há muitos anos e na época achei só mais ou menos, era legalzinho mas não vejo isso tudo na Marian Keys não.

Monique disse...

Também li Melancia para o desafio. Foi meu primeiro Marian Keyes e acho que também esperava mais.

=*