Related Posts with Thumbnails
RSS

terça-feira, 2 de março de 2010

Enderson Rafael - Todas Estrelas do Céu


Enderson Rafael - Todas as Estrelas do Céu.

Editora: Ainda sem... só não sei o porquê! 2AB
Páginas: 72


Podem dois irmãos adotivos se apaixonarem um pelo outro?Caroline e Leandro são dois adolescentes de uma bem resolvida família de classe média, ele adotado, ela filha biológica do casal Marco e Lúcia. Diante dos conflitos da adolescência, do colégio, do vestibular, ambos se vêem diante de mais um dilema: um amor impossível e todas as consequências da busca pela felicidade ao lado da pessoa amada. O desafio dos dois em entenderem o que passa consigo mesmo, em enfrentar os pais, a sociedade e sua própria consciência é exposta neste romance honesto, ágil e de final surpreendente.

Sobre o autor:

Enderson Rafael é formado em Comunicação Social pela ESPM-Rio, redator publicitário, 29 anos, e já com um livro publicado na área ("Propaganda e Marketing para vestibulandos, calouros, curiosos e simpatizantes", Ed. Novas Idéias, 2006.), apresenta agora seu primeiro romance, escrito bem antes, aos 19 anos. "Todas as Estrelas do Céu", uma obra polêmica e doce ao mesmo tempo, com um tema inusitado, falado de igual para igual com os jovens ou mesmo para quem já passou da adolescência.

Comentários:

Estou numa fase de autores nacionais. Só espero que essa não passe, levando em conta que tem sido uma surpresa e um deleite. Acho que a literatura nacional e, principalmente, os novos autores, não precisam de minha defesa. Se eu defendesse, talvez, seria afirmar que eles precisam de campanhas patrióticas para que tenham voz. A única coisa que poderia dizer quanto a isso é que, infelizmente, tacham a literatura nacional como menor. As editoras mostram bem isso quando preferem importar histórias, deixando de lado os autores bons de nosso país. Acho que nós, enquanto leitores, precisamos ser ouvidos e considerados. Sim, nós queremos bananas, cajus, coisas da nossa terra, não porque é nossa, e sim porque é boa e ponto.

Toda essa introdução/reclamação foi inspirada na luta de um autor para publicar seu livro. Uma busca por uma editora que “releve” a identidade nacional e publique uma história que vem encantando muitos leitores, incluindo essa senhorita. Será que nós estamos enganados? Ou não somos o público ao qual essas mesmas editoras pretendem agradar e agarrar para vender seu peixe?

Deixando a discussão um pouco de lado (até que a retome quando for necessária), vamos aos detalhes da história:

Carol e Leandro pertencem à mesma família. Mesmo que sem um parentesco de sangue, eles são criados como verdadeiros irmãos. Até o momento em que se descobrem apaixonados. Esse amor, considerado “pecado” pelos pais, ao mesmo tempo em que conforta, gera dúvidas e a separação da família. Poderá o amor vencer a barreira imposta pelos pais, pela distância, pela vida?


(...) "Como vide, a areia beija o mar, e ninguém se opõe.
Eles também são irmãos, e Deus consente."

Esclarecendo alguns pontos:

* Já acompanhava, nos blogs amigos, os comentários sempre positivos sobre esse livro e, através do autor, finalmente consegui o meu manuscrito. Assim “Todas as Estrelas do Céu” surgiu em minha vida... para iluminar mais uma madrugada literária e espantar o sono com todo o seu brilho. Precisei escrever antes que as palavras se apaguem, assim como algumas estrelas;

* A temática do livro é diferente e polêmica, mas conduzida com tanta delicadeza e paixão, típicas da adolescência, que não admite julgamentos. Dizer se os pais agiram certo ou errado, levantar a questão do incesto é irrelevante. A história é como é, assim como o amor não escolhe onde vai morar...

* A cada página do livro vamos nos envolvendo mais com as personagens. A Carol e o Lê são tão apaixonantes! É impossível não torcer e esperar que tudo se resolva e que os dois fiquem juntos;

* Adorei a veia poética da Carol. Seus poemas, alguns diálogos, suas cartas, o bilhete final, tudo é tão cheio de doçura e amor que transborda. Faz o nosso coração bater mais forte e os olhos ficarem nublados;

* Leandro é muito fofo e todas as suas atitudes são baseadas no que diz seu coração. Claro que ele tenta guardar para si esse amor, já que considera o que seus pais, aos quais ama e respeita, poderiam achar desse envolvimento. Mas o amor fala mais alto e o Lê não consegue disfarçar seus sentimentos pela Carol;

* As paisagens descritas no livro (Florianópolis e Teresópolis) são lindas e paradisíacas. Parecem mesmo lugares perfeitos para despertar amores profundos e belos como esse;

* Todas as músicas citadas fazem parte da minha adolescência. Houve aí um reencontro, e ainda mais pelas emoções e sentimentos das personagens, comuns a qualquer jovem que tenha amado;

* Um final inesperado, mas que encanta pela ideia de que com o verdadeiro amor podemos criar coragem para vencer as adversidades e que devemos aproveitar o tempo ao lado da pessoa que amamos.

* Enfim, cada página traz uma nova surpresa, bem diferente do esperado. Numa linguagem simples e, ao mesmo tempo, poética, cheia de paixão, envolvente, Enderson consegue emocionar e cativar seus leitores.

Espero que mais pessoas possam ter contato com essa história e passar momentos doces, ainda que turbulentos. Para isso, é preciso apoiar e torcer para que “Todas as Estrelas do Céu” seja publicado e possa viajar pelo Brasil como ele merece.

Muito sucesso, Ende!

Quer saber mais sobre o “Todas”? Veja o Skoob
, a Comunidade no Orkut, o Twitter do Livro e do Autor.

É isso, pessoal.

~> Se você ficou interessado, fique de olho nos próximos posts do blog e, quem sabe, ganhe o seu!

Beijos! :)

14 corações despertados:

leitoracompulsiva disse...

Olá minha xará querida!
Também tive a oportunidade de ler esse livro e fiquei muito encantada com a história! Apesar de ser um tema meio polêmico, o livro é tão sensível que a gente não consegue parar de ler!
O autor está de parabéns!
Beijos
Camila

Vivianne Fair disse...

Uaaau, resenha perfeeita, adoooorei!!! Ei, tem um coração seguindo meu mouse!!! kkkkkkk!!

Lariane disse...

li e amei... logo posrto no Libros...

Enderson disse...

Camilla! Adorei sua resenha, e claro, engrosso o coro pela publicação dos autores nacionais, como autor e como leitor tb. Deixo um beijo enorme pra vc, obrigado pelo carinho e fico imensamente feliz que vc tenha gostado do "Todas as estrelas do céu" como eu gosto:-) Beijo!

Lu disse...

ai linda a resenha, amei, quero muito ler.
Quando a publicação do livro, acredito que as editoras deveriam sim investir mais nos autores nacionais, temos autores maravilhosos só esperando uma oportunidade.
Quero TODAS AS ESTRELAS DO CÉU publica por uma editora, \0/

Rafaela disse...

Oi BFF! ^^

Amei sua resenha! Aliás sempre adoro e juntando o "Todas" ficou perfect!

Vc tem o dom da palavra amiga, lindo lindo.

Estou com um pressentimento de que nossos amigos autores (Ender e Vivi), terão suas grandes chances esse ano. Vamos torçer! Pq todos merecem.

Te adoro!
Bjs

Débora Lauton disse...

Camilla,

Como sempre sua resenha está espetacular... amei... só de lê-la já me emocionei e fiquei doida pra ler o livro...
É uma pena que em nosso país as pessoas se esqueçam de como somos bons... espero que um dia os autores e leitores brasileiros sejam mais valorizados pelas editoras...

beijos,
Dé...

Leninha - sempre romantica disse...

Doida pra ler, ter, possuir esse livro nas mãos!
Essas editoras não sabem o que estão deixando passar, quando se derem conta vão correr e se engalfinhar pra ter , kkkk
Amei a resenha amiga!
beijão1

Bia disse...

Adorei essa frase! Que coisa mais linda!!!

Bem, sobre o livro... já estou roendo as unhas de vontade de ler... só tenho ouvido critícas maravilhosas a respeito e torço para que ele seja logo aproveitado por uma editora!!!

Bjs

Juliana Vicente disse...

Olá, nossa adorei sua resenha, eu tbm tenho acompanhado os comentarios e resenhas por outros blogs e tenho que dize que estou louca para ler esse livro.

Espero que alguma editora logo se note o potencial desse autor e resolva publicar o livro.

Beijoss

http://asmeninasqueleemlivros.blogspot.com/

Kézia Lôbo disse...

Como vc conseguiu o livro??? Foie ebook???
Desde que ouvi falar eu to desejando ele!!!

ThayFreir disse...

Amei a resenha.. Vou ler esse livro mto em breve... Também amei o blog.. ta lindo

Srta. Camilla disse...

Olá, meninas e menino!

Adoro receber comentários. Dá para vc saber se está indo pelo caminho certo ou pegou um atalho terrível! hehehe! Obrigada a todos!

~*~*~*~

* Oi, Xará!

É um prazer ver vc por aqui! Adoro seu blog e vi a sua resenha sobre o "Todas" lá. Sempre te visito, mas não comento muito. Isso pq não tenho o q acrescentar e acho q fica parecendo com comentários padrões, aqueles q alguns repetem para todos os blogs q visitam, se eu disser sempre "Adorei sua resenha". :)


* Chefa!

A senhora por aqui? Ainda mais com esse coração te perseguindo! rsrsrs Obrigada pelo elogio, vindo de vc é um acontecimento. ;)


* Lari;

Minha comentarista fiel! rsrsrs Já vi sua resenha. Ótima por sinal. Comentei lá!

* Ende;

Não tem q agradecer nada. Vc é que é super atencioso e benevolente conosco. No que eu possa ajudar, pode contar comigo, ok?! Outro beijo enorme para vc!

* Lu;

Obrigada pela visita, querida. Foi ótimo te "conhecer" lá pelo twitter.

* BFF Rafinha;

Nem preciso dizer q seus elogios são preciosos para mim. Sou sua fã!
Com a Vivi já deu certo. Agora é a vez do Ende, super querido! Amém para o seu pressentimento! Eu tb te adoro! =**

* Dé;

É verdade, viu?! Tanto livro ruim importado é publicado aqui e é um custo tão grande para publicarem boas histórias daqui! Não sei o que é isso! Affs! Obrigada pela visita constante e comentários sempre agradáveis! :)

* Leninha;

"Que os anjos digam amém!"
Obrigada pelo carinho, viu?! :)

* Bia;

Esses dois versos são partes de um poema lindo. Destaquei só essa parte por causa da temática. Tomara que seja publicado mesmo!

* Juliana;

Tomara, viu?! A história é fofa, apesar do desfecho trágico.

* Késia;

Já te respondi no seu blog! Que bom! Tem promo. Quem sabe vc ganha?! :)

* ThayFreir;

Obrigada pela visita e pelos elogios... eu tento, viu?! Algumas vezes, acerto. Bjo! :)

Cíntia Mara disse...

Quero ler esse livro!

Concordo com você que a literatura nacional tem que ser tratada de igual pra igual com a internacional, porque tem qualidade pra isso. Meu genêro favorito é ficção cristã e vou te contar a luta que é pra encontrar livros nacionais! Só tenho 3, que é muito pouco se comparados com as inúmeras séries importadas. E nesse caso, as editoras ainda levam anos pra traduzir e publicar algumas delas.

Beijos