Related Posts with Thumbnails
RSS

sábado, 21 de novembro de 2009

Lua Nova - O Filme.

Quem foi que falou que assistir a qualquer filme na estréia era chique? Vixe! Fui eu aí embaixo (post anterior)... Ledo engano!
Você é daquelas que gostam de se concentrar ao assistir? Que costuma esquecer se está acompanhada ou sozinha quando assiste a um filme que lhe interesse? Então te dou um conselho: Não vá assistir Lua Nova agora ou nas próximas semanas. Deixa que todos os fanáticos (porque esse povo não é fã!), os idiotas, as loucas-encalhadas-desesperadas (as que não conseguem segurar o grito quando aparece qualquer pedaço de pele masculina), os pseudogênios (aqueles que parecem saber toda a história e ficam: "Olha, vai acontecer isso..." e "depois aquilo...") e os apressadinhos (que sentam ao lado dos pseudogênios e querem saber o que acontece depois) assistam pelo menos duas vezes.
Assim, tranquilamente, você poderá dizer que assistiu Lua Nova.

Eu sou daquelas pessoas que se desligam quando está no cinema. Na maioria das vezes, prefiro assistir sozinha, porque as pessoas que gostam de conversar ou beijar bem na melhor cena vão
perder seu tempo comigo. E simplesmente fiquei incomodada e perdi várias partes mandando o povo calar a boca ou olhando feio para umas loucas atrás de mim. Era aparecer um rapazinho sem camisa que elas enlouqueciam e gritavam por meia hora. E olhe que os rapazes/lobisomens aparecem sempre sem camisa, então você pode imaginar como foi. Aparece Edward? Gritos! Jacob (que realmente está fortão e bem apetitoso...)? Mais gritos! E em todos os momentos em que Jacob e Bella estão próximos (nos quase-beijos) um lado gritava: Beija! e o outro: Nããããão! Eta povinho leso, meu Deus! E olha que comprei o ingresso no cinema menos frequentado, num horário cedo e do filme legendado achando, ingenuamente, que fugiria dessas situações...

Deixando de lado minhas reclamações, vamos aos meus comentários a respeito do filme.

* Quem odiou o filme Crepúsculo por não seguir o livro e colocar umas cenas nada-a-ver, com certeza, adorará saber que Lua Nova é bastante fiel a obra, salvo raras exceções.
Entendam que o livro tem um clima trágico e melancólico, então, em alguns momentos do filme, acrescentaram diálogos engraçados para tentar aliviar, mas nada que comprometa ou desvirtue muito a história. Também faltam algumas partes... (para quem reclama) e é óbvio que não dá para colocar tudo que acontece no livro em pouco mais de duas horas. Mas as cenas principais estão lá.

* Para quem leu meus comentários sobre Crepúsculo, viu que não gosto muito da atuação da Kristen Stewart, mas ela ainda conseguiu se superar nessa sequência. Não há mudanças em sua expressão, seja Bella triste, depressiva, desesperada pela perda de seu amor e a atriz (?) fazendo cara-de-nada.

* Edward/Robert está mais charmoso ainda, se for possível, ainda que a cena da separação não tenha a mesma força que no livro e que ele não apareça muito. Só senti falta da canção que ele faz para Bella e da própria voz de Robert na trilha sonora.

* Jacob/Taylor conseguiu realmente assumir a aparência de homem e ficar bem fortão. Até vi que algumas meninas passaram a torcer pelo Jacob ao comparar os corpos dos dois: Ele, lobisomem, moreno, alto, forte, abdomen "tanquinho" e quentinho x Robert, vampiro, pálido, um tanto esquelético (com aquela maquiagem de corpo, ele até parecia desnutrido) e frio.


* Os Volturi apareceram tão rapidamente... poderiam ter explorado mais as cenas na Itália e própria história do clã.

* Achei que os efeitos especiais melhoraram bastante, apesar dos lobos parecerem totalmente falsos... Os melhores são das cenas de luta entre os vampiros.

* A trilha sonora continua ótima e se encaixa perfeitamente aos momentos do filme. Como já comentei, gostei das canções do Robert em Crepúsculo e senti falta agora. Também não colocaram a Paramore, que teve bastante destaque no anterior.

* Destaque para a cena da passagem dos meses. É um recurso muito inteligente usado no livro e conseguiram criar uma cena que foi competente, criativa e que espelhasse a melancolia do trecho.

* Há uma cena em que Edward está num barraco no Rio e, de sua janela, vemos o Cristo Redentor iluminado. Hãããã! O que foi aquilo? Montagem "falsíssima"...

Destaque aqui para a reflexão da Rafa sobre o quanto esse pessoal tem uma visão deturpada do povo e das terras brasileiras.

Só entendo que ele possa ter escolhido a favela (mesmo sendo rico...) para encobrir a sua condição. Sejamos patriotas, mas não tolos. Bandidos (ou vampiros) se escondem onde policiais ou autoridades não os encontrem, né? E não podemos negar que falta segurança nesses locais (e em muitos outros...), como também que há muitas pessoas sérias, honestas e batalhadoras morando por lá.

* O final é fofo, mas tão rapidinho. A gente sente que quando está ficando bom, quando Edward volta, acaba! Fica aquele gostinho de "quero mais"... sacada genial para garantir a platéia de Eclipse.

Então, para resumir, Lua Nova é melhor do que Crepúsculo, para quem é fã da série Twilight.

Já para quem vai assistir enquanto filme, bom, não vá. Ele é lento, melancólico, há poucos momentos de ação e um fim tão abrupto, bem ao estilo Lost.

E eu? Sinceramente... preciso assistir outra vez, agora com calma, atenção e silêncio, para poder apreciar os detalhes. Vou deixar passar o frisson da estréia e comprar meu ingresso, pois gosto do livro, embora não tanto quanto gostei de Crepúsculo...

Fiz essas fotos no cinema. A decoração ficou bem interessante... não é?!
Beijo!
Até a próxima...

~> Postagem Interligada: Crepúsculo - O Filme.

14 corações despertados:

Ana Maria disse...

Eu também preciso de silêncio para prestar atenção nos filmes. É muuuuito chato quando tem gente falando ao celular, passeando pela sala e encontrando milhares de maneiras de incomodar.

Priscila disse...

Obrigada pela dica!!! quero muito assistir o filme, mas vou esperar uns dias até que toda essa gente "maluca" assita, sinceramente não quero me stressar no cinema! hahahaha...
Bjs...

Débora Lauton disse...

Nossa, que coragem...
Eu já imaginava que seria assim... esses dias fui ao cinema e no trailer passou Lua Nova... pra que... foi uma gritaria... parecia que nunca tinham visto um adolescente sem camisa...
Um horror... aí os meninos que estavam no cinema começaram a gritar tb... enfim...
Agora imagina a cara do meu marido?? Já me fez prometer que nem vamos passar perto do cinema por esses dias...rss

beijos,
Dé...

Lili disse...

Adorei seu comentário Cá! E só não fui ainda no cinema justamente por causa das meninas desenfreadas e malucas como vc mesma disse na resenha! rsrs
Da outra vez já foi um sufoco, então basta uma vez só passar por isso...

Estou otimista em relação ao filme. Para mim o melhor da série foi realmente o 2º livro, então estou bastante expectante!!!

Bjsssss
Lili

Patty Martins disse...

Oi Camilla. Eu também gosto de muito silêncio numa sessão de cinema. Eu fui ver Lua Nova na sexta sabendo que ia ser aquela loucura que foi, porque eu simplesmente não ia aguentar nem mais um dia de espera. Então fui preparada e até que foi divertido aquela histeria toda. Foi interessante sentir aquela paixão e vinração toda no cinema. É óbvio que terei que ver de novo para "ouvir" os diálogos. hehe
Sou mega fã da Saga e siplesmente achei o filme perfeito, muito melhor que Crepúsculo. Amei a fidelidade ao livro, talvez porque seja meu o favorito.
Bjos

Patty Martins disse...

"veneração"

Nany disse...

Olá!
Meu nome é Nany e eu sou a nova dona do Loucura Literária...
Passa lá e confira as novidades do blog!
Beijos,
Nany

p.s.: invejinha boa! Ainda não pude assistir! Argh!

Carla Martins disse...

Eu, sinceramente, não entendo esse fanatismo louco. A não ser que os fanáticos tenham entre 6 e 12 anos. De resto, só pode ser gente que não teve infância, afe!

Não tem nada pior do que sair nervosa de uma sala de cinema, né? é pra estragar o passeio da pior maneira, credo! Falta de educação total!

beijinhos

marimoon disse...

Eu assisti e amei!

o pessoal da minha sessão só gritou nas horas certas, nada desesperado que nem foi em Twilight, o povo respeitou legal!

ahh eu vi que você tá lendo A Hospedeira, esse livro é ótemooo!!!
Não desista!! o começo é assim mesmo, todo mundo reclamou, mas ai tem uma hora que o livro engrena e a pessoa não consegue mais parar de ler!

portanto não desista! força!

uahsuahushaua

bjks, adoro o blog!

Fernanda disse...

e a atriz (?) fazendo cara-de-nada.

Concordo plenamente; aliás, esse é exatamente o termo que uso quando me refiro à Kristen toda vez que vejo uma foto de Twilight espalhada por aí: caradenada. Pode ver, em todo cartaz promocional e fotos em geral, a K. sempre com a mesma expressão de sempre, não muda nada. Quando vi Crepúsculo, até achei que ela conseguia imprimir alguma emoção no tom de voz, mas na expressão? necas de pitipiribas...

* Há uma cena em que Edward está num barraco no Rio e, de sua janela, vemos o Cristo Redentor iluminado. Hãããã! O que foi aquilo? Montagem "falsíssima"...

Ahhhnnn? Edward Cullen no Rio de Janeiro, eu entendi bem..?! E tem isso no livro? Me conta isso! Só por curiosidade, pq essa eu não sabia... ;)

Bjs!

Fernanda disse...

PS: Quanto à fofoca no cinema, sem comentários! Também deteeeeesto isso, hj em dia até desanimo de ir ao cinema e, qd vou, sempre escolho os horários mais vazios. Fala sério, né? :/

Fernanda disse...

Hehe, obrigada pela resposta! ;)

Não tinha a menor idéia disso, o vampirão mais desejado da atualidade se refugiando na minha humilde cidadezinha, rsrsrs... pena que retrataram mal a situação, né? Fala sério.. :/

Bjooos! :)

Daniele Organista disse...

olá Camila, estou anciosa para assistir o filme. Mas estou passando por aki pra te falar que tem selinho pra vc no meu blog.
beijos

Cíntia Mara disse...

Oi, Camilla!

É uma pena que você não tenha conseguido aproveitar bem o filme. Eu já tinha decidido que ia esperar um pouco, acho até que comentei no seu outro post. Não tenho dificuldades pra me concentrar, mas também não tenho paciência com gente gritando e falando o tempo todo. Domingo quase cedi e fui com a minha irmã, mas ela tava sem dinheiro e desistimos.

Alguns amigos meus foram na sexta, no shopping mais sem graça da cidade, só pq já estavam lá e o cinema não tava muito cheio. Eles não leram os livros e chegaram no sábado perguntando uma porção de coisas que não tinham conseguido ouvir, pq era dublado. Aff!

Tenho a impressão de que vou gostar mais desse filme que do livro, achei muito devagar e não gosto do Jacob. Mas no filme tem que ser mais rápido, senão não dá pra colocar tudo em duas horas. Fiquei sabendo que o Cristo faz uma pontinha no filme, rs. Já tô até imaginando a cena...

Bjs