Related Posts with Thumbnails
RSS

terça-feira, 2 de junho de 2009

Livros da adolescência... Parte I


Pedro Bandeira - A Marca de Uma Lágrima.
Editora: Moderna.
Páginas: 174.


Isabel se acha feia. Será mesmo? Ela é uma garota genial que escreve lindas cartas e versos para ajudar o namoro de Rosana, sua melhor amiga, com Cristiano, seu grande amor. A morte da diretora da escola – terá sido mesmo suicídio? – vem alterar sua vida e precipitar a tragédia.
Isabel foi testemunha de uma cena muito suspeita e sua vida está ameaçada. Acuada, desesperada, a idéia da morte começa a tomar conta de todo o seu ser, enquanto seu coração se despedaça pelo amor por Cristiano...

Comentários:

Li esse livro já no fim da minha adolescência, mas nem por isso ele foi (e ainda é!) menos verdadeiro e fiel aos sentimentos da garota que habita em mim. Afinal, assim como Isabel, já amei sem ser correspondida (e quem não?), já ajudei um grande amor a se entender com outra garota, escrevi (e ainda escrevo...) ridículas cartas e poemas de amor (Ridículas? Uso no mesmo sentido do poema de Álvaro de Campos, heterônimo de Fernando Pessoa... Não conhece?
Clique aqui!) e, muitas vezes, briguei com meu espelho.

Esse romance trata de forma poética a fase mais complicada com a qual as meninas (principalmente, mas os meninos também...) se deparam. Sobre como inventamos o amor e, muitas vezes, passamos a acreditar e viver a nossa própria mentira. Às vezes, o amor verdadeiro está mais perto do que imaginamos... basta que os olhos e o coração estejam sempre abertos às possibilidades.
A aparência pode nem sempre agradar, mesmo quando já somos adultas, mas a questão é aceitar e aprender a gostar de você com seus defeitos e qualidades.

Esclarecendo alguns pontos:


* Não gostei muito do resumo da contracapa do livro, afinal nem toca no nome de Fernando, a melhor personagem do romance! Sou fã da pessoa do Fernando (vocês vão entender essa minha construção quando lerem os trechos em destaque). Ele é o sonho de todas as garotas românticas. Um rapaz que está ao seu lado nos momentos em que você precisa, que é seu amigo e admirador nada-secreto. Nota 11 para ele!!!

* A Isabel, como o autor mesmo esclarece no final do livro, foi inspirada na personagem Cyrano de Bergerac, da peça homônima escrita por Edmond Rostand.
Já havia lido essa peça antes do livro em questão e logo fiz a correspondência. Quem gosta de ler textos românticos (mesmo que esse apresente uma linguagem bastante rebuscada, já que foi escrita no séc. XIX), está aí uma ótima dica! O amor de Cyrano por Roxane produziu lindos diálogos. Ah... Essa peça também já foi adaptada para o cinema...
Veja aqui!

Trechos em destaque:


1.
“Tudo afinal, tinha passado, menos a lembrança daquele beijo. (...) Não havia o que pudesse estragar o que tinha começado com aquele beijo. Aquele beijo fora um compromisso. Não por ter sido um beijo, mas por ter sido um beijo como aquele.”

2. (...)
“– Como faço para dobrar você, Isabel?
– Você já sabe o meu nome?
– Sei muito mais. Sei até que está triste e também que está com a tristeza errada.”

Diálogo entre Isabel e Fernando.

3. “Fernando! Sempre Fernando, em todas as horas em que Isabel queria ficar só.
– Fernando Pessoa... – leu o rapaz por cima dos ombros de Isabel. – Gosta de Fernando Pessoa? E da pessoa do Fernando, você gosta?”


Meu trecho favorito do livro... Fofo demais!!!

4. “ – Eu sou a pessoa menos indicada para você dizer que ama outro, Isabel. Por que você sabe que eu te amo...”

-> Ainda não leu? Baixe aqui!

É isso...
Até o próximo livro com coração...

7 corações despertados:

Rafaela disse...

Oi Camilla!
Vi seu e-mail e fico feliz de poder ter te ajudado!
Adorei a indicação do livro!
Pedro Bandeira é "O Cara" dos livros infanto-juvenis, eu adorava a coleção dos "Karas" dele e tenho um desses livros na humilde estantezinha até hoje, deu até vontade de reler!
Me interessei por sua indicação e quando puder vou baixar.
Bjs!
E até +!

Débora Lauton disse...

Esse eu ainda não li... mas sou fã de carteirinha do Pedro Bandeira...
É sempre uma ótima recomendação de leitura...

beijos...

Carla Martins disse...

Genteeeeeeeeeeeeee, eu li esse livro há MUITOS anos!!!!!! Amei, chorei pra caramba, devia ter uns 13 anos!! Hahahahahah

Amei o resgate! :)

Beijos!

Vivi disse...

Lembro-me que na minha adolêscência todas as minha amigas leram o livro, menos eu. Boa pedida!

Bem, Camilla vi seu interesse em participar dos Cadeskines mochileiros e venho dizer que você está dentro. Eba, fico imensamente feliz com a sua participação!!! Mande seus dados (nome e endereço) para romancegracinha@gmail.com e, em seguida, lhe repassarei as demais informações.

Beijos
Vivi

Srta. Camilla disse...

Rafa;

Você disse tudo!!! Pedro Bandeira é "O Cara" mesmo.
Adoro o jeito q ele escreve... consegue capturar todas as complexidades e confusões típicas (porém, não só próprias dessa fase...) dos adolescentes. Lia e continuo lendo os livros dele.

..................................

Dé;

Pode ler esse livro sem medo. É um dos meus preferidos dele.
Bjos!

..................................

Carla;

Não foi há tanto tempo assim! rsrs
Aí vc acaba conosco, menina!!! Adoro resgatar o passado... principalmente, as coisas q foram boas e das quais tenho saudade.
Como dizem: "Recordar é viver..."
Bjos!

...................................

Vivi;

Eu é que agradeço a oportunidade de participar de um projeto tão fofo como esse... Vou deixar a minha marquinha com todo carinho!
E indicarei aqui no meu blog. Quem sabe aumenta o número de participantes.
Bjos!!!

...................................

Enfim, agradeço sempre os recadinhos de vcs. É realmente gratificante saber que vcs gostam e acompanham o blog... q posso ter algo relevante para dizer a vcs.
Meus agradecimentos sinceros!!! Afinal, há algo melhor do que ler livros com coração????

Xau!

Fernanda disse...

Ah, esse eu já li várias vezes...

Sabe, eu gosto, sim, faz bem o estilo do Pedro Bandeira. E na minha adolescencia eu até me identifiquei com a Isabel em alguns momentos. Mas, sei lá; acho que em alguns momentos ela exagera muito, sempre achei...

Bom, sei lá..! rsrs..

Digamos que é um bom livro, mas não é o meu favorito do PB. :)

Beijooo

sabrina disse...

oi, Camila!!!^^

Eu li esse livro pela primeira vez qdo estava na adolescencia, por volta de 12,13 anos...
Nuossa!!! *_* uns 15 anos atras! (*Abafaaaaaaaaa)...
mas nesse meio "tempinho", reli muitas vezes, pq é londo demais!!!

Na edição que li há um comentário do Pedro Bandeira, comentando sobre sua inspiração na peça, e divagando sobre o que ele escreveu: será uma uma dolescente amaria alguém com tanto amor sofrimento como Isabel??
Isso eu não posso responder, mas garanto que, se houvesse um Fernando na vida de toda Isabel, muitas mulheres não teriam traumas da juventude. Concordocinteiramente com vc, Adoro o Fernando Pessoa, mas a pessoa fdo Fernando me conquistou!!
kkkkkkkkk

Houve trechos em que senti vonteade de esganar a Isabel, por ser tão cega!! Eu gostaria que ela entendesse que o Fernando quem era o principe dela, pr ela mesma, nao pela corrrentinha...
Ela q deixasse o Cristiano pra lá, pois ele e a Rosana iram pergeitos um parao outro.. (* os dois meio " lerdinhos" .. hehehhe)>

as o fim foi muito emiocionante...

Amei suaresenha, e obrigada por relembrar esse livro tão fofo, q deveria ser leitura obrigatória !!!

bjusssssss