Related Posts with Thumbnails
RSS

domingo, 15 de agosto de 2010

As melhores declarações de amor (Cap. XIV).

Porque as declarações de amor, mesmo as mais simples, fazem nosso coração bater tão forte?


Harry & Sally, Feitos um para o Outro.

Título original: When Harry Met Sally…
Ano: 1989.
Direção: Rob Reiner.

Roteiro: Nora Ephron.

Sinopse:

Harry e Sally se conhecem numa viagem de Chicago até Nova York (ela deu carona e ele). Lá eles se despedem e cada um toma o seu rumo. Eventualmente voltam a se ver, os reencontros se tornam frequentes, mas os diferentes pontos de vista são conflitantes.

HARRY – Andei pensando um monte de coisas, e a verdade é que eu te amo.
SALLY – O quê?
HARRY – Eu te amo.
SALLY – E como você espera que eu responda?
HARRY – Que tal: “eu também te amo”?
SALLY – Que tal: “estou indo embora”?

E passa por ele para sair. Mas ele prossegue e ela pára.

HARRY – O que eu disse não significa nada pra você?
SALLY – Sinto muito, Harry.

(Começa a contagem regressiva no salão)

SALLY – Sei que é noite de ano novo, sei que está solitário, mas você não pode aparecer aqui, dizer que me ama e esperar que fique tudo bem. Não é assim que funciona.
HARRY – Então, como funciona?
SALLY – Eu não sei, mas não é assim.

É ano novo. Todos no salão começam a cantar “Auld Lang Syne” (nossa popular “Valsa da despedida”).

HARRY – E que tal assim? Eu amo quando você diz que está com frio, mesmo quando está 22º lá fora. Eu amo quando você demora uma hora e meia para pedir um sanduíche. Amo quando você faz essa ruga na testa quando olha pra mim como se eu fosse doido.

É exatamente assim que ela está olhando para ele.

HARRY – Eu amo, depois de passar o dia com você, poder sentir o seu perfume nas minhas roupas. E eu amo que você seja a última pessoa com quem eu falo antes de ir dormir, de noite. E não é porque estou solitário, e não é porque é noite de ano novo. Eu vim aqui esta noite porque quando você acredita que quer passar o resto da sua vida com alguém, quer que o resto da sua vida comece o mais rápido possível!

Ela fica pasma por dois segundos, antes de conseguir esboçar uma reação.

SALLY – Está vendo? Isso é tão você, Harry! (Quase chorando) Você diz coisas como essa e faz ser impossível pra mim odiar você! E eu odeio você, Harry! Eu odeio mesmo você.

Ele olha para ela com um meio sorriso.

SALLY – (quase sem sair a voz) Eu odeio você.

E eles se beijam.

video



Créditos (descrição da cena): http://renatofelix.wordpress.com/2009/03/01/minhas-declaracoes-de-amor-preferidas-i/

É isso!
Até a próxima... ;)


6 corações despertados:

Grazi Nayoara disse...

Gostei do livro!! Achei o primeiro diálogo muuuuuuuuito legal. haushaushuahsuahsuhaushuashu

Clarisse Cunha disse...

Achei que eu fosse a unica maluca que passava para meus cadernos as falas dos filmes!!
Adorei!!! Lindo, ainda não vi esse filme, mas vou comprar. Instigou minha curiosidade.
XOXO, da Lisse

larissa crislayne disse...

Caraca dona Camilla vc matou agora as românticas de plantão com esse post :P
rsrsrsrsrs

AAAAAAAAA, quero um Harry pra mim *-*

Juliana Lira disse...

Minha linda...

É por isso que eu volto aqui!Porque adoro essas coisas que vc encontra e grava não só no teu coração, mas no no nosso.

Ainda não vi esse filme!Fiquei louca pra vê rsrsrs

Milhões de beijos

Cibele Ramos disse...

Amo esse filme e essa parte então... *suspira*

Anônimo disse...

I don't even comprehend how I stopped up ideal here, even so I thought this put up was fantastic. I do not recognize who you might be but certainly you might be going to a renowned blogger within the event you are not already. Cheers!